• This is the home page widget area. You can use this space to add an introductory message to your blog with a Text Widget or add any other widget here.

Human Progress(Progresso Humano) 2003, vídeo 2:12 min.

Human Progress(Progresso Humano)2003, Vídeo, 2:12 Black and White super 8 film transfered to DVD(cicle) soundtrack titled:Human Progress -by Cleverson Oliveira, Jacob Riis Park – Far Rockaway, New York, NY USA with: Cleverson Oliveira Cristina Amadeo Marilia Albornoz camera Artur Ratton Kummer edited Cleverson Oliveira . an excerpt from: Editor Charles H. Smith’s Note from Alfred … Continue reading

Debris(2010), Museu Oscar Niemeyer

Debris(2010) Vinyl Adesivo sobre parede e piso(foto:Rafael Dabul)

Além da Superfície(Beyond The Surface) 2016/2017

                                                                          

“SOMAgic-Mystics of the Pineallands”-Karben/Frankfurt 2013-work in progress

SOMAgic-Mystiks of the Pineallands A shamanistic ritual by Angelo Luz, Cleverson de Oliveira and Beatrice Steimer opening reception: Saturday, 28.September 2013 4 pm – open end, duration: 29.September – 13.Oktober 2013 In a shamanistic ritual called “SOMAgic – Mystiks of the Pinaellands” the three artists Beatrice Steimer, Angelo Luz and Cleverson de Oliviera experiment with … Continue reading

Satélite, uma experiência MerzBauSubtropical 2013 (Bienal de Curitiba)

Satélite, 2013 A obra “Satélite” é uma áudio-instalação. Uma tenda em formato piramidal, de estrutura tubular de metal leve desmontável.Cada face desta pirâmide de 4 lados, tem como medida, 3 metros exatos em cada lado, e uma abertura de entrada em um de seus lados. Uma cobertura feita de nylon com padrão estampado que imita … Continue reading

Debris Remix#2(Cosmic Meditation Feat.Moondog)2009/2013

DebrisRemix(CosmicMeditation Feat.Moondog)2009/2013 Trecho do texto crítico : Dos Debris as Galáxias Por Arthur do Carmo E da paisagem? O que podemos entender quando entendemos? Compreender que a paisagem significa compreender a racionalidade que construiu ou caos que destruiu, as imagens propagadas pelo património cultural. Paisagens culminaram em nós como inevitabilidades da natureza. Mas há uma … Continue reading

Atlantis(From Brooklyn) 2003

“O recurso da sombra funciona nesses trabalhos como uma poderosa metáfora do modo de inscrição do artista na obra e, no âmbito semântico, como índice do deslizamento em direção a essa região turva, ameaçadora e essencialmente castradora que se sucedeu à época das experimentações. De modo certeiro, Cleverson enfrenta essa condição regressiva do ponto de … Continue reading